terça-feira, 16 de junho de 2009

INDIGENAS DA ETNIA SURUI PAITER DE RONDÔNIA PARTICIPA DA RODA DE CONVERSA NO RIO BRANCO -ACRE


Foi realizada em Rio Branco, Acre, entre os dias 3 e 5 de junho de 2009 a primeira Roda de Conversa para a implantação dos trinta Pontos de Cultura Indígenas. O evento contou com a presença de lideranças da Rede Povos da Floresta (RPF), como Ailton Krenak, fundador da RPF e Coordenador Estratégico do Projeto e Francisco Ashaninka, Secretário de Assuntos Indígenas do Governo do Acre. representantes de diferentes comunidades indígenas: os Surui da Aldeia Lapetanha: Gasodá Surui e Celso Lamitxab Surui e da Apoena Meireles :Francisco Surui e Romero Surui; os Jabuti, da Aldeia Ricardo Franco; os Kaxinawa, da Aldeia São Vicente, da Aldeia Novo Segredo, da Aldeia Três Fazendas e do Centro de Memória São Joaquim; e os Yawanawa, da Aldeia Mutum e de Nova Esperança.

Esse projeto é resultante de uma parceria da Associação de Cultura e Meio Ambiente (ACMA) com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e o Ministério da Cultura (MinC). A Roda de Conversa é a primeira ação da equipe junto às comunidades e reúne as etnias que serão beneficiadas em diferentes locais para uma conversa com os responsáveis pela implantação, nela o projeto é apresentado em detalhes e as comunidades têm a oportunidade de expressar seus pensamentos e anseios em relação a ele.

O local escolhido para esse primeiro encontro foi a Comissão Pro Índio localizado a 10 km do centro da cidade do Rio Branco.

Além dos representantes de cada comunidade, estavam presentes Vera Olinda Sena e Marcos de Almeida Matos, ambos da Comissão Pro Índio do Acre; Bia Saldanha, do Projeto FDL; Nelmo Roque Scher e Almir de Amorim Jon Held, da FUNAI; Ana Maria Angela Bravo Villalba, secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, entre outros.

Um comentário:

  1. Olá Gasodá,
    Estive por aqui e achei o seu blog muito legal.
    em breve farei outras visitas.
    Alcinda lima

    ResponderExcluir